Treinamentos de Gestão no Varejo

com os melhores profissionais do mercado

(11) 3814.1362   -   São Paulo / SP

cienciadovarejo@cienciadovarejo.com.br

Copyright © 2015 CIÊNCIA DO VAREJO  |  Diretos reservados

Please reload

Últimos posts

Carrefour testa pagamento com reconhecimento facial e passa a discutir funcionário multifunção.

29/05/2018

É na china, Carrefour le marché (Carrefour o mercado) que foi inaugurado agora, 20 de maio, o primeiro supermercado conectado do grupo, e é um teste para enfrentar as lojas Hema do Alibabá (santa concorrência!).

 

A nova loja vai permitir aos clientes escanear os produtos e, no caixa automático, pagar com o auxilio de reconhecimento facial: o cliente digita os quatro números finais de seu celular, e, o reconhecimento facial e pagamento são feitos, através do aplicativo de pagamento, conectado ao aplicativo de dados biométricos, estes pré-cadastrados.

 

Na esteira destas novas tecnologias surge uma discussão: com a tendência do desenvolvimento de pagamento sem operadores de caixa, o Carrefour na Europa já planeja modificar as funções de seus funcionários, que hoje são bem definidas, por funcionários multifunção; assim, os operadores de caixa, sendo operadores de supermercados, uma hora atendendo no caixa quando necessário, outra atendendo outras demandas da loja em outras funções, poderiam ser aos poucos aproveitados em outros setores, sendo transferidos quando necessário, já adaptados e treinados. Como resultado, poderiam até descobrir novos talentos para outras áreas, hoje limitados a uma função, enquanto se preparam para a diminuição de quadro, neste caso, na frente de caixa.

 

A mensagem é interessante: precisamos ir nos preparando já para as mudanças cada vez mais rápidas. Como também é uma tendência a fidelização dos clientes e o aumento da importância da experiência no ponto de vendas, isso implica que poderemos ter mais serviços internos na loja (como, por exemplo, cada vez mais pratos prontos), cargos poderão ser extintos ou reduzidos, mas outros novos aparecerão ou terão suas responsabilidades aumentadas, portanto, variação em numero e abrangência. E, o Carrefour já está se preparando para essas mudanças.

Para quem pensa em que isso vai demorar, é só imaginar o Alibabá desembarcar aqui com suas lojas que, inversamente, nasceram após o e-commerce, na esteira da tecnologia, lembrando que outro gigante que já está testando modelos de loja sem frente de caixa tradicional, a Amazon, já está com um pé por aqui.

 

Novidades tecnológicas, antes, pareciam distantes, hoje, vemos elas se popularizarem rapidamente. Um exemplo são os aplicativos de oferta e relacionamento, que surgiram em meados do ano passado e parece que muitos supermercados já o possuem, se disseminando em pouco tempo. Temos também como realidade o pagamento por smartfones, várias empresas lançando seus aplicativos. Por isso, não dá mais para fechar olhos e esperar, enquanto que outros, que já estão alguns passos à frente, possam rapidamente se distanciar na conquista e fidelização de clientes.

 

ALAIN WINANDY. Direitos reservados. Visite nosso site em www.cienciadovarejo.com.br-Treinamentos de Gestão e Consultoria.

 

Foto início texto fonte: https://www.lsa-conso.fr

 

Please reload