Treinamentos de Gestão no Varejo

com os melhores profissionais do mercado

(11) 3814.1362   -   São Paulo / SP

cienciadovarejo@cienciadovarejo.com.br

Copyright © 2015 CIÊNCIA DO VAREJO  |  Diretos reservados

Please reload

Últimos posts

Veja um Hipermercado renovado recém inaugurado do Carrefour na Europa

29/08/2018

Este fica em Mont-Saint-Jean, Waterloo (aquela região da famosa batalha de Napoleão), Belgica e foi reinaugurado agora, em 22 de agosto. Objetivamente, as várias novidades observadas são:


•  Um espaço denominado L'Atelier, para preparo de pratos no local, como pizzas (feitas por pizzaiolos), pratos asiáticos, sopas, sucos preparados na hora, entre outros; alguns pratos podem ser consumidos no espaço café (criado com uma parceria), considerado um espaço de convivência;


• Oferta de mais de 900 itens orgânicos, com auxilio para o desenvolvimento da cultura orgânica junto aos seus fornecedores;


• Hortifruti nos orgânicos 100% a granel (sem embalados) – no Hortifruti tradicional as embalagens também tendem a desaparecer;


• Uma lógica ecológica também poderá ser encontrada em outras categorias, e cada departamento, ou quase todos, possuem oferta orgânica;


•  Pesagem assistida no Hortifruti, compondo uma atmosfera de mercado tradicional;


• Peixaria imponente, majestosa, com linha (variedade) aumentada, defumação de salmão e preparo de suchis no local, entrega diária de vários itens;


•   Variedade de produtos étnicos


•   Espaço na área de vendas também importante na padaria, com equipe de padeiros de 00:00 ás 18:00 horas, preparando pão fresco durante todo o dia (e não apenas de manhã);


• Seção de queijos e charcutaria (salsicharia) com ampla variedade e consistência ecológica, evitando embalagens desnecessárias;


•  Açougue uma novidade um área de beef-bar, com oferta de carne premium e maturada para os amantes da carne;


• Seção de vinhos completa, para iniciantes com informações e combinações com pratos, para entendidos o apoio de um Sommelier;


•  Corredor central amplo e bem promocional;


•  Mais de 600 referências de cervejas organizadas por região de produção;


•  Seção de beleza com entretenimento e serviços planejados, como um serviço de manicure;


• Cantinho do bebê, com roupas, alimentos, fraldas, produtos para cuidados;


• Nas gôndolas, opção por serem altas, com espaço de armazenamento de produtos para reabastecimento que também servem como indicadores das categorias ou decoração;


•  Vitrine na área de não alimentos, como em loja de moda;


•  Uma boa área de livraria;


•  Uma área de oferta de produtos sazonais;


•  Seção de brinquedos, eletrônicos e multimídia;


•  Uma área de atendimento e serviços (espaço serviços) como postagem, tiragem e revelação de fotos, financiamento, viagens, espetáculos (todos serviços oferecidos pelo próprio Carrefour ou em parceria, o que dá um caráter de exclusividade), acompanhamento de pedidos online, etc., e o próprio atendimento em si, na própria área de vendas;


• O Carrefour também priorizou a sustentabilidade, substituindo os cartazes de papel por inúmeras telas, instalou novas geladeiras a gás CO2, com portas em armários frigoríficos para limitar as perdas de energia e iluminação LED de potência total integrada, o que resultará nesta loja repaginada uma redução de 15% no consumo de energia;


•   Uso de tecnologia digital para facilitar a vida dos clientes e oferecer uma experiência de compra moderna: o cliente tem a oportunidade de imprimir no local os cupons do Cartão de Bônus, consultar e imprimir seus descontos pessoais, para ver o mapa da loja; fazer pedidos na loja online do Carrefour; usar telas interativas para encomendar livros fora de estoque nas lojas, e, claro, usar o wi-fi gratuito; tem também opção de escanear e pagar os produtos mais rapidamente;


•  Drive no estacionamento para pedidos online.


A impressão não é mais a de ir em um hipermercado, mas ir de uma loja especializada para outra.

 

Podemos então identificar várias tendências que vem sendo adotadas em lojas de supermercados da Europa, agora também no formato novo do seu Hiper: sustentabilidade, boa oferta de produtos orgânicos, variedade e serviços na alimentação (o que em princípio não era comum neste formato), produtos frescos, produtos preparados na loja, para consumo ou para viagem, espaço café na área de vendas, um foco grande em alimentação (seções mais amplas de padaria e peixaria, por exemplo), reorganização da lógica das seções e distinção entre elas, serviços adicionais e tecnologia facilitando o cliente.


Na procura da reinvenção, pode sim avançar em espaços pouco explorados: uma grande peixaria é  um exemplo, coisa que supermercados tradicionais não conseguem oferecer pelo seu tamanho e que não encontramos lojas especializadas grandes e de confiança (lembrando que saúde é uma tendência e os peixes alimentos valorizados nesta linha); outro exemplo é uma boa seção infantil, espaço hoje  concorrido pelas farmácias também, mas que também tem problema de limitação de espaço e variedade. Poderia ainda citar a perfumaria com variedade, atendimento e serviços (pipocam as pequenas perfumarias para suprir esta falta), a seção de brinquedos, hoje atendida por poucas lojas especializadas (e que poderiam compor a seção infantil), enfim, pegar estas oportunidades de solução para os clientes e criar valor para sua ida neste formato de loja.

 

 

Alain Winandy. Direitos reservados. Tradução livre, organização e comentários do autor, de reportagem de Gôndola.be, disponível em http://www.gondola.be/fr/news/food-retail/carrefour-presente-un-hypermarche-revu-corrige-mont-saint-jean (no link veja as fotos da reportagem, na ordem dos pontos apresentados)

Please reload