Treinamentos de Gestão no Varejo

com os melhores profissionais do mercado

(11) 3814.1362   -   São Paulo / SP

cienciadovarejo@cienciadovarejo.com.br

Copyright © 2015 CIÊNCIA DO VAREJO  |  Diretos reservados

Please reload

Últimos posts

Mais oportunidade: supermercados adaptados para clientes sêniores.

11/11/2017

Na Alemanha é a cadeia de supermercados Kaisers que puxa os outros, no Japão, em Tókyo, o supermercado Aeron Kasai dedica um andar inteiro para os clientes sêniores e comemoram até 30% a mais de crescimento de vendas.

 

Além de uma linha de produtos adequada, oferecem corredores espaçosos para facilitar o deslocamento (bengala, andadores, cadeira de rodas), piso anti derrapante e escada rolante mais lenta para evitar quedas, luz mais intensa, sinalização maior e mais clara, cestas de compras mais leves e carrinhos mais maleáveis à condução, carros elétricos para o deslocamento interno, ou carrinhos de compras em forma de andador e com banco para descanso, lupas para facilitar a leitura de preços, botões nas gôndolas no caso de necessidade de ajuda, chamada de taxis, apoio de nutricionistas para conselhos de alimentação, espaço ou áreas de descanso espalhados pela loja e/ou área para relaxamento, personal shoppers para auxiliar as compras e leva-las ao estacionamento, banheiros adaptados e até sala de ginástica, café ou clube cultural podem estar disponíveis para encontros (socialização) .

 

Com o crescimento da população de idosos (acima de 60 anos, é a faixa que mais cresce, e já representam quase 12% da população) parece ser uma boa ideia, não ter uma loja específica para isso (a experiência destes supermercados demonstra que o idoso não quer ser isolado, gosta do contato com os jovens), mas adaptar as lojas para facilitar esse publico. Além da dificuldade de locomoção, o idoso tem demandas com relação á facilidade de informações (por conta da vista), tanto com relação a preços, informações de produtos e comunicações da loja, em relação ao acesso de determinados produtos (muito altos ou muito baixos), de embalagens menores (como porções de perecíveis menores), ou de fácil abertura, além da de apoios (como nos toaletes).

 

São medidas simples que podem dar grandes resultados, mais uma boa oportunidade para nossos supermercados explorarem.

 

Alain Winandy. www.cienciadovarejo.com.br. Visite nosso site.

Direitos reservados

 

Fonte foto: www.lefigaro.fr

Please reload